Prêmio Açorianos 1998

Indicações Açorianos 1998
 

Melhor Espetáculo:
O Barão nas árvores
O beijo no asfalto
Boca de Ouro
O clã destino
Como um sol no fundo do poço
Ella

Melhor Direção:
Luiz Paulo Vasconcellos (Como um sol no fundo do poço)
Marcelo Restori (O clã destino)
Patrícia Fagundes (O beijo no asfalto)
Roberto Oliveira (Boca de Ouro e O Barão nas árvores)
Vanise Carneiro (Ella)

Melhor Atriz:
Arlete Cunha (Os fuzis da Sra. Carrar)
Claudia Meneguetti (Eternamente Dorothy)
Karen Radde (O assassinato de Miss Agatha)
Sandra Dani (Como um sol no fundo do poço)
Vanise Carneiro (Ella)

Melhor Ator:
Alexandre Vargas (O clã destino)
Lauro Ramalho (O assassinato de Miss Agatha)
Reneto Campão (No tempo do onça)
Sérgio Etchichury (Boca de Ouro)
Zé Adão Barbosa (No tempo do onça)

Melhor Atriz Coadjuvante:
Cristiane Lopes (À margem da vida)
Liane Venturella (O beijo no asfalto)
Lígia Rigo (O boi dos chifres de ouro)
Lisiane Medeiros (Boca de Ouro)
Sandra Possani (Boca de Ouro)

Melhor Ator Coadjuvante:
Álvaro Rosacosta (Boca de Ouro)
Evandro Soldatelli (À margem da vida)
Sergio Etchitchury (O beijo no asfalto)
Paulo Gaiger (O boi dos chifres de ouro)
Roberto Oliveira (O beijo no asfalto)

 Melhor Cenografia:
Cátia Alexandre (Boca de Ouro)
Élcio Rossini (O assassinato de Miss Agatha)
Rodrigo Lopes (Como um sol no fundo do poço)
Nelson Magalhães (O Barão nas árvores)
Vanise Carneiro e Airton Oliveira (Ella)
 

Melhor Figurino:
Álvaro Villaverde (Boca de Ouro)
Antônio Rabadan (O inspetor Geral)
Lígia Rigo (O boi dos chifres de ouro)
Rosângela Cortinhas e Silvia Guerra (O assassinato de Miss Agatha)

Melhor Iluminação:
Batista Freire (Ella)
Maurício Moura A Torre)
Néstor Monastério (À margem da vida)
Rafael Gué (Boca de Ouro)
Rubens Tadashi Koshimizu (O clã destino)
 

Melhor Trilha Sonora:
Arthur de Faria (Boca de Ouro)
Cátia Corrêa, Marcelo Restori e Fábio Cunha (O clã destino)
Cibele Volino Corrêa (As mulheres de Ulisses)
Marcelo Figueredo (À margem da vida)

Melhor Produção:
Dimitri Sanches (À margem da vida
Falos & Stercus (O clã destino)
Liane Venturella (2x Nelson)
Patrícia Fagundes e Liane Venturella (O Barão nas árvores)

 

Premiados Açorianos 1998

Melhor diretor: Vanise Carneiro (Ella)
Melhor ator: Sérgio Etchuchry (Boca de Ouro)
Melhor atriz: Sandra Dani (Como um sol no fundo do poço)
Melhor atriz coadjuvante: Cristiane Lopes (A margem da vida)
Melhor ator coadjuvante: Alvaro Rosacosta (O beijo no asfalto)
Melhor espetáculo: Boca de Ouro
Melhor figurino: Antonio Rabadan (O Inspetor Geral)
Melhor cenário: Vanise Carneiro e Airton Oliveira (Ella)
Melhor iluminação: Maurício Moura (A Torre)
Melhor trilha sonora: Cibele Volino Correa (As Mulheres de Ulisses)
Melhor Produção: Liane Venturella (Duas Vezes Nelson)

Comissão Julgadora:
Luciano Alabarse, Roberto Francisco Schlesinger Bririndelli,  Ana Cecília de Carvalho Reckziegel, Hamilton Dias Braga, Adriane Mottola, Antonio Carlos Brunet,  Francisco Wasilewski, Hélio Barcellos Júnior Letícia Liesenfeld  e Erdtmann.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s