Ranhuras


13 e 14/09 às 19h – Sala Álvaro Moreyra
Ingressos: R$ 30 / R$ 15 (meia)

A peça de dança contemporânea do Coletivo Moebius propõe uma reflexão sobre o que jamais deve ser esquecido para que nunca se repita. Representando as agonias e inquietações políticas comuns dos dias atuais, a peça é um pedido de afeto, um chamado à empatia e à coletividade, resultado de movimentos que reivindicam e reinventam formas de vida através da arte, demonstrando resistência através dos corpos incansáveis dos bailarinos. Projeções e trilha sonora ao vivo compõem mais um corpo em cena, dialogando com o elenco. A encenação começou a ganhar forma em 2018, quando o coletivo participou do espetáculo multicênico (De)Colagem – da obra de Luís Artur Nunes e Caio Fernando Abreu sobre o viaduto Otávio Rocha, no centro histórico da cidade.

Ficha técnica: Concepção e coreografia: Coletivo Moebius / Elenco: Luíza Fischer, Patrícia Nardelli, Priya Mariana Konrad, Renata Stein e Sahaj / Trilha Sonora: Coletivo Medula – Isabel Nogueira e Luciano Zanatta / Iluminação: Casemiro Azevedo / Projeção: Paula Pinheiro / Produção e Realização: Coletivo Moebius / Duração: 45 min / Recomendação etária: 12 anos

Anúncios