MAIS TEATRO na sua semana – programação



TEATRO RENASCENÇA

Espetáculos gratuitos no Teatro Renascença que integram a programação do seminário Flor de Obsessão:
25 de maio – 3ª às 21h30 – A SERPENTE – Grupo Satori
Elenco: Alexandre Antunes, Carolina Pohlmann, Camila Rosa, Daniel Fraga, Franciele Aguiar, Ingrid Bonini, Kayane Rodrigues, Marcelo Pinheiro, Márcia Donadel, Priscila Correa, Sofia Vilasboas
Direção: Irion Nolasco
A Serpente, a última peça de Nelson Rodrigues, é a tragédia de uma família. Na década de 40, no Rio de Janeiro, duas irmãs, Guida e Lígia se casam no mesmo dia e vão morar no mesmo apartamento. Enquanto Guida vive feliz e satisfeita com seu marido, Lígia vive a decepção de um casamento onde nem a primeira relação sexual é consumada e ameaça se matar. Então Guida faz a seguinte proposta: oferece seu marido à irmã por uma noite, procurando solucionar a angústia de Lígia. A partir daí, os acontecimentos fogem do controle e dos limites da realidade.
26 de maio – 4ª às 21h30 – O BEIJO NO ASFALTO – Grupo Neelic
Elenco: Vanda Bressiani, Pablo Corroche, Mayara Bortolotto, Mariapia Ribeiro, Kátia Berger, Adriano Valduga, Patricia Vieira, Carlos Araújo, Diego Acauan
Direção: Desirré Pessoa
Escrita por Nelson Rodrigues em 1960, a peça teatral O Beijo no Asfalto começa com a cena em que um homem é atropelado na Praça da Bandeira (Rio de Janeiro). Arandir presencia o acidente e tenta socorrer o homem caído, que agonizante, pede a ele um beijo na hora de sua morte. Inicia-se então um conflito, porque Arandir, heterossexual e marido devotado de Selminha, também tem um bom coração que fala mais alto nesse dilema. Nesta história o autor expôe preconceitos, conflitos e paixões ocultas.
27 de maio – 5ª às 21h30 – A SERPENTE – Grupo Teatrofídico Elenco: Renato Del Campão, Rejane Meneghetti, Ágata Baú e Maiquel Klein – Direção de Eduardo Kraemer
A última peça de teatro de Nelson Rodrigues tem como conflito central o amor de duas irmãs pelo mesmo homem, marido de uma delas.Essa situação triangular , de conotações incestuosas e portadora de uma explosiva carga dramática , reaparece inúmeras vezes ao longo de toda a sua obra,tanto no teatro quanto na prosa e ficção, em formas idênticas ou variantes. Em qualquer caso , nas pontas do triângulo estão sempre indivíduos de uma geração , sendo a relação de parentesco que os liga, da fraternidade – seja em sua forma matriz ou derivada.
SALA ÁLVARO MOREYRA
Espetáculos gratuitos na Sala Álvaro Moreyra que integram a programação do seminário Flor de Obsessão:

Segunda, dia 24 de maio – 20h:
Uma menina foi para o Céo – Grupo dos Cinco – Com Sandra Alencar – Direção: Beto Russo

Experimento Nelson 3: Boca – corte 1 – Direção: Grupo Teatro Boca – Com Aline Jones, Paulo Salvetti e Rossendo Rodrigues

Nelson Mítico – Grupo Experimental de Teatro da SMC – Com Amália Ceola, Amanda Novinski, Andreia Irber Vargas, Danielle Salmória, Denis Moreira de Souza, Dinorah Araújo, Gustavo Cardoso e Janaina Lima – Coordenação: Mauricio Guzinski

25 de maio – 3ª às 20h – ANTES DO CAFÉ
Teatro – Projeto Teatro Aberto – ENTRADA FRANCA

Utilizando-se de linguagem realista o espetáculo retrata o cotidiano de Maria de Fátima preparando o café da manhã para si e seu marido. Porém, uma nova constatação vai alterar esta rotina e mudar para sempre o rumo de suas vidas.
26 e 27 de maio – 4ª e 5ª às 21h – MONSTRAS S.A. Teatro
Dois grandes comediantes gaúchos reunidos para homenagear as grandes DIVAS da música clássica e internacional: Amy Winehouse, Edith Piaf, Susan Boyle, Marianne Faithfull, Maria Callas, o clássico dueto da Broadway “O Fantasma da Ópera”, entre outros sucessos! A platéia conhece um pouco da vida de cada uma recheado com comentários ácidos e irreverentes de João Carlos Castanha.

TEATRO DE CÂMARA TÚLIO PIVA

21, 22 e 23 de maio – 6ª e sab às 21h, dom às 20h – O AVARENTO Teatro
Através da história de um usurário que trata sua família como a extensão de seus negócios, a peça retrata as relações afetivas norteadas pelo interesse financeiro, apresentando três tipos de amores presentes no texto e a todos nós no decorrer da vida: o amor material, o sexual e o romântico.

26 de maio – quarta às 20h – NA SOLIDÃO
Teatro – Novas Caras – ENTRADA FRANCA (senhas a partir das 19h)
A ação, a palavra e o movimento partem de uma provável transação comercial entre seus dois personagens, um comprador e um vendedor, em um lugar não definido, onde o desejo torna-se metáfora para falar sobre um mundo cuja comercialização é a base das relações humanas, e a solidão o seu reconhecimento. Suas questões revelam o homem sob um prisma cruel e verdadeiro.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s