I FESTIVAL DE CIRCO DE PORTO ALEGRE – PERFORMANCES


PERFORMANCES – TODAS GRATUITAS

17 de Março

Centro Municipal de Cultura

19h – “O DONO DO CIRCO”  – Eduardo Toledo

Tabarin personagem de circo da Idade Média, é o foco deste trabalho solo de teatro- circo, também citado no livro “O elogio da Bobagem” de Alice Viveiros de Castro. A performance  inicia com a chegada do circense na cidade, ex-palhaço, ex- apresentador de números e ex dono de circo, agora um camelô e vendedor de ervas, elixir e pomadas milagrosas.  Tabarin realiza seus números  de mágicas e ilusionismo e oferece seus produtos para venda como

 sua cachaçinha. Números de aparição, desaparição fazem parte da performance com a participação da platéia.

 

19h30 – “SOMBRERO SOMBRERITUS” – Com o malabaristaBraunny1

 Braunny López

Braunny é um homem muito alegre que joga com seus objetos pessoais (chapéus, guarda-chuvas e maleta) criando uma atmosfera de alegria, curiosidade e diversão para o público.

18 de Março

Centro Municipal de Cultura Lupicínio Rodrigues

Formas Fugazes, Ludmila Piva18h – “FORMAS FUGAZES” – Ludmila Piva

 Circo, dança e teatro se junt

am com as artes plásticas, fazendo com que o       cenário seja o ideal para o ato cênico, aproveitando as nuances do momento para interagir mutuamente com o público, obras e ambiente arquitetônico.

Com voluntários do público escolhidos pela artista, onde são mostradas interações, sendo muitos dos equipamentos construídos pela autora, como bambolês de arame, aros, máscaras. (Duração: 15 minutos)

  

 18h30 – “CAIXA CONSTELAÇÃO” – Carol Martins

Caixa Constelação é uma performance de malabarismo, onde o público é convidado a mergulhar em uma viagem visual, sonora e poética das constelações. A performance é um experimento do diálogo entre a arte do malabarismo contemporâneo e o audiovisual. (Duração: 20 minutos)

Este projeto foi contemplado com Prêmio Funarte Petrobras Carequinha de Estímulo ao Circo/2012.

Apoio de Criação: Roberta Alfaya, Carla Cassapo, Gabriel MartinsCaixa Constelação

Pesquisa e Criação audiovisual: Augusto Lima e Carol Martins

Figurino: Roberta Alfaya

Pesquisa e Criação: Grupo ContraQueda e Atelier Macaco Branco

Edição e finalização de vídeo: Renata Nascimento

Projeto Gráfico: Atelier Macaco Branco

Foto/Material Gráfico: Yamini Benites

Iluminação: Veridiana Matias

 19 de Março

Centro Municipal de Cultura Lupicínio Rodrigues

18h – “O HOMEM DO GATO” – Feliciano Falcão

 O homem do gato

O palhaço Clow simula existência de um gato dentro de um saco satirizando situações da vida cotidiana. Interagindo com o público, o Homem do Gato cria um humor circense, durante a performance, dentro do saco do gato acontecem números de mágica, onde uma folha inteira de jornal é totalmente rasgada e num passe com as mãos, a folha volta a ficar inteira. Ao final da performance o artista revela seu segredo mágico, uma apito e um chapéu peludo parecendo o rabo de um gato e a risada é geral, além disso demonstra com o apito variadas imitações, de pássaros, choro de bebê, imitações de galo e galinha e palavras engraçadas.

 

 

 

18h30 “AERIAL STRAPS”- Michel ViegasAerial Straps - Foto Gisele Mansur

Performance de faixas aéreas (aerial straps). O acrobata aéreo Michel Viegas, suspenso em faixas pelos punhos, apresenta figuras acrobáticas originais numa demonstração ímpar de força e sincronismo.

 

20 de Março

Centro Municipal de Cultura Lupicínio Rodrigues

18h – “SEBASTIAN, O TRAPEZISTA” –  Sebastian Bonaldo

Performance de trapézio aé

reo em balanço. O acrobata aéreo, suspenso no trapézio, apresenta acrobacias de alto risco sem cinto de segurança (lonja) ou rede de proteção, é considerado pela crítica circense um dos melhores trapezistas do Brasil.

 

 18h30 – ” CIGANO CHARLES, O ARAMISTA” – Charles Bonaldo

Performance de equilíbrio no cabo de aço  fixo, o artista se equilibra e caminha de um lado para o outro fazendo diversas acrobacias no cabo de aço de 7 metros de comprimento e 5 de altura, anda segurando a maromba (um ferro de 3 metros) que ajuda no equilíbrio, deita sobre o cabo de aço, anda com um aro de bicicleta sobre o cabo de aço e finaliza atravessando o cabo de aço com os olhos vendados.

 

O TEMPO - EDSON SILVA E LEON SCHLOSSLER219h30 – “O TEMPO” – Edson Silva e Leon Schlosser

 Sala Álvaro Moreyra

(Entrada franca, com retirada de senhas à partir das 18h30).

Os acrobatas e equilibristas, Edson Silva, de 50 anos e Leon Schlosser, de 80 anos, reuniram a longa experiência profissional para formar uma dupla de equilibristas em performances que fogem do convencional. (Duração: 7 min.)

 

21 de Março

Centro Municipal de Cultura

18h – “CIRCOLOGIAS DE RUA” – Diego Deodato

Você já conheceu algum cômico/excêntrico estudioso do circo? O palhaço Deodato se empenha em divertir e surpreender o público, e para isso busca ajuda em livros e outr

as curiosas fontes. O circo – lona, artistas e picadeiro, esse todos já sabem como funciona. Mas as “circologias” o que seriam? –Logia, segundo o dicionário é “um elemento que exprime a noção de estudo”. O espetáculo “Circologias de Rua¨ conta a história de um palhaço que foi buscar na rua o que normalmente se busca na escola. Dessa maneira ele vai tentar compreender coisas sobre o mundo onde vivemos, discutindo problemas e brincadeiras, vivendo surpresas e desafios com o público .

  

18h30 – “FORÇA CAPILAR” – Vanessa Bonaldo

A acrobata aérea  Vanessa Bona

ldo começa suspensa no aro fazendo diversas acrobacias, e na segunda parte da apresentação fica suspensa pelos cabelos fazendo acrobacias e finalizando com vários giros de 360º em torno de si mesma.

  

22 de Março

Centro Municipal de Cultura

15h – “JOÃO GRANDÃO” – Josué Lima

O palhaço entra com uma mala e tira da mala diversos objetos para fazer suas palhaçadas interagindo com a plateia e finalizando com malabarismo com 10 bolinhas.

Duração: 10 minutos

Núcleo Semente - Palhaça _foto by D´Orleãs Fernando - artista Duda Wattimo 15h30 – “O CIRCO É NOSSO” – Núcleo Semente

 A Performance O Circo é Nosso é resultado do trabalho desenvolvido pelos alunos do Circo Girassol nos últimos anos e que resultaram na criação do grupo Os Acrobatas. É uma reunião dos seguintes números acrobáticos: A Bandeira criação de José  Lucas Gusmão, com reposição de Deise Kellermann e direção de Psico Alfredo Bermúdez. Duo Acrobático e Paçoca número de contorcionismo cômico, os dois com criação e direção de Jéferson Rachewsky. Acrobacia Aérea criação Diego Steffani.

Elenco: Antonio Handres, Juliana Galhano, Jaderson Mailson, Leonardo Boeira, Gleice Wattimo, Kamila Galhano e Duda Wattimo.

Trilha: Yanto Laitano

Figurino : Diego Steffani

Iluminação: Tuta Camargo

Adereços: Diego Steffani

Produção: Núcleo Semente

Duração: 14 minutos.

 QUEM-SE-HABILITA17h30 e 18h – “GLOBO DA MORTE” – Planet Circus

Atração inédita no estacionamento do Centro Municipal de Cultura Lupicínio Rodrigues com a apresentação do Globo da Morte com dois globistas.

Josué de Lima – globista

Diogo Bonaldo – globista

Sebastian Bonaldo –

responsável técnico pela montagem

Duração: 10min

 

23 de Março

Centro Municipal de Cultura Lupicínio Rodrigues

15h – “ESPERA” – Genifer Gerhardt

Espera - foto Ana Paula Galv+úo 3

Palitolina aguarda… o quê?

Nem ela sabe. Uma porta aberta para  o inusitado; um jogo de palhaça onde o improviso e a relação sincera com o público são um brinde ao encontro e à presença.

Duração: 15 minutos

 

15h30 “LAÇOS ADÁGIO” – Cia Atmosfera

La+ºos_Dudu Leal

A Companhia Atmosfera apresenta a performance “Laços” trazendo para o público a magia do circo. Interpretada por uma família de acrobatas: Carlo Cancelli, Rida Albuquerque e Gabriela Albuquerque, que executam um belíssimo número de adágio. Representando a união através de movimentos, o trio se torna uma verdadeira escultura viva com seus corpos entrelaçados. Numa dança harmônica, utilizando técnicas de acrobacia de solo e contorcionismo, a cooperação dos adultos leva a criança a voar pelos ares, representando assim a esperança e o futuro da família e da humanidade construído pelos laços de afeto e colaboração.

 

Ridan Albuquerque – Portô, volante e contorcionista

Gabriela Moura – volante

e contorcionista

Carlo Goidanich Cancelli – Portô

Direção e Coreografia: Ridan Albuquerque e Carlo Goidanich Cancelli

Duração: 7min30seg

  

17h30 e 18h – “GLOBO DA MORTE” – Planet Circus

Atração inédita no estacionamento do Centro Municipal de Cultura Lupicínio Rodrigues com a apresentação do Globo da Morte com dois globistas.

Josué de Lima – globista

Diogo Bonaldo – globista

Sebastian Bonaldo – responsável técnico pela montagem

Duração: 10min

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s