DESCARTES COM LENTES


DESCARTES_foto1 Elenize Dezgeniski

9 de Março

Às 11h, Teatro Renascença

Entrada Franca

“Descartes com Lentes” é um exercício cênico da atriz Nadja Naira com direção de Marcio Abreu, escrito por Paulo Leminski na década de 60, cujo teor é tido como o embrião do mítico livro “Catatau”. Na obra, Leminski imagina uma hipotética vinda do filósofo francês René Descartes ao Brasil, a convite do conde Maurício de Nassau.
Junto com sua comitiva, repleta de cientistas, naturalistas, desenhistas e pintores, Descartes tenta desvendar e descrever as excentricidades e belezas do país tropical, ou seja, procura pensar sobre o Brasil e o modo de vida do seu povo.
A encenação desse texto surgiu da pesquisa em torno obra de Leminski, realizada pelo grupo para a criação do espetáculo “Vida”, projeto também patrocinado pela Petrobras, iniciado em 2008. Desde então, “Descartes com Lentes” foi incorporado ao repertório da companhia.
PROJETO BRASIL
Com o patrocínio da Petrobras, “brasil”, é um projeto de fôlego. Compreende a circulação de peças do repertório do grupo por cinco regiões do país, intenso trabalho de pesquisa e, em 2015, a estreia de um novo espetáculo com dramaturgia original.
As apresentações em Porto Alegre marcam a terceira cidade visitada pelo projeto. Em 2013 passaram pelo Rio de Janeiro e Brasília com os espetáculos “Vida” e “Oxigênio”. Este projeto dá continuidade no trabalho da companhia brasileira, no sentido de manter um processo de criação de dramaturgia própria e formação de plateia através da circulação de repertório e do contato com o público nas diferentes fases dos processos criativos.
O título é antes de tudo, uma provocação e uma “bússola”, conta o diretor Marcio Abreu. A partir daí, “brasil” pretende ser o fruto de uma pequena circulação pelas cinco regiões do país e do estudo de uma diversificada bibliografia que busca pensá-lo de diferentes formas. “A invenção é o pilar”, destaca o diretor. “Não se trata de fazer nenhum retrato sobre o país, mas de inventar novas possibilidades de mundo a partir do contato criativo com realidades do Brasil e de seu povo. É um trabalho grande e desafiador, que só foi viabilizado com o patrocínio da Petrobras”.

Ficha Técnica
Texto: Noelle Renaude
Tradução e adaptação: Giovana Soar e Marcio Abreu
Direção: Marcio Abreu
Assistente de Direção: Cássia Damasceno
Elenco: Giovana Soar, Nadja Naira, Ranieri Gonzalez e Rodrigo Bolzan
Cenário: Fernando Marés
Figurino: Ranieri Gonzalez
Iluminação: Nadja Naira
Trilha Sonora: Moacir Leal e Marcio Abreu
Direção de Produção: Cássia Damasceno
Produção Executiva: Isadora Flores
Criação e Realização companhia brasileira de teatro

Classificação indicativa: 18 anos

Informações: (51) 3289-8067

A companhia também irá realizar uma oficina e bate-papo, com entrada franca. Mais informações estarão disponíveis no blog da companhia: http://www.companhiabrasileiradeteatro.blogspot.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s