O Rei da Vela em Porto Alegre


O espetáculo O Rei da Vela terá sessões no sábado, 20, 19h, e domingo, 21, às 18h, no Teatro do Sesi. A antológica montagem de Zé Celso Martinez Corrêa para o texto de Oswald de Andrade tem cerca de três horas e meia de duração. Os ingressos custam R$ 30 e R$ 80, com meia-entrada para categorias como estudantes e professores (mais detalhes abaixo)

O Rei da Vela, escrita nos anos 1930, traz uma crítica impiedosa aos valores da sociedade brasileira, ironizando os costumes da elite burguesa e rural do país. A narrativa mostra as agruras de um banqueiro que subjuga clientes e negocia seu casamento com a filha de uma família arruinada pela crise do café. O texto foi levado ao palco pela primeira vez no final da década de 1960, com grande impacto artístico. Além de Abelardo 1º, o agiota, outros personagens destacados são seu empregado socialista, Abelardo 2º (Tulio Starling), a noiva Heloísa de Lesbos (Sylvia Prado), além de Poloca, uma defensora do ponto de vista da tradição, família e propriedade, interpretada por Zé Celso e Vera Barreto Leite.

A montagem atual celebra os 50 anos da encenação original, e também os 80 anos de Zé Celso Martinez Corrêa e do ator Renato Borghi, protagonista nas sessões de estreia. Outro destaque é a direção de arte de Hélio Eichbauer (falecido em julho deste ano), que inclui um palco giratório e telões pintados como cenário. A peça recebeu em dezembro passado o Grande Prêmio da Crítica da Associação Paulista de Críticos de Artes (APCA). Nas sessões de Porto Alegre, o papel principal será do ator Marcelo Drummond, integrante do Teatro Oficina desde os anos 1980.

“Zé Celso é dionisíaco e corajoso, sempre empurra as limitações estéticas do teatro brasileiro para patamares de ousadia cênica muito bem-vinda. Sua decisão de remontar, 50 anos depois, a histórica montagem de O Rei da Vela tem sido uma apoteose em todas as apresentações. A rara oportunidade de rever uma concepção teatral concebida cinco décadas antes é o acontecimento teatral de 2018 e se coloca naquele conceito de momentos imperdíveis da cultura brasileira”, ressalta o titular da Secretaria Municipal da Cultura (SMC) de Porto Alegre, Luciano Alabarse.

“É um sonho muito sonhado, batalhado e vencido poder trazer o grandioso espetáculo O Rei da Vela a Porto Alegre, justamente nesses dias tão intensos de discussões sobre o Brasil. Desde que resolvi estudar teatro ouço falar sobre a emblemática montagem de trabalho do Zé Celso que fez furor na sua estreia em 1967, ano turbulento no país. Quando o Zé remontou o espetáculo com a mesma concepção, mesma direção de arte de Hélio Eichbauer, 50 anos depois, não acreditei que eu e toda uma nova geração poderíamos ver o espetáculo também em anos turbulentos no país”, comenta o coordenador de Artes Cênicas da SMC, Fernando Zugno, também diretor do Porto Alegre Em Cena.

O Rei da Vela, em Porto Alegre, é uma realização do Ministério da Cultura, Governo Federal e da Prefeitura de Porto Alegre. O patrocínio master é da Rio Grande Seguros e Previdência. A agente cultural é a Primeira Fila Produções e conta com o apoio do Porto Alegre em Cena.

O Rei da Vela
Teatro do Sesi (Assis Brasil, 8.787, Porto Alegre)
Sábado, 20, às 19h
Domingo, 21, às 18h
Duração: 3h30 (com dois intervalos, de 20min cada)
Indicação etária: 14 anos

Ingressos
Plateia Alta e Plateia Baixa – R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia – ver abaixo)
Mezanino – R$30 (inteira) e R$15 (meia)
Pontos de venda
Bilheteria Teatro Bourbon Country (av. Túlio de Rose, 80, 2º andar, Porto Alegre)
De segunda a sábado, das 10h às 22h. Domingos e feriados, das 14h às 20h
Formas de pagamento
Internet: Visa, Master, Diners, Hiper, Elo, Vale Cultura Ticket, American
Bilheteria: Dinheiro, Débito,  Vale Cultura Ticket, e Banricompras (débito)
Bilheteria do Teatro Feevale (Universidade Feevale – ERS-239, 2755 – Campus 2, Novo Hamburgo)
De segunda a sexta-feira, das 9h às 21h. Sábados, das 9h às 13h
Formas de Pagamento: dinheiro e cartões de débito.
Bourbon Shopping Novo Hamburgo – Quiosque Teatro Feevale (Avenida das Nações Unidas, 2001, Piso 2, Novo Hamburgo)
De segunda a sábado, das 13h às 20h.
Pagamento apenas com cartão de débito
Internet: uhuu.com
Taxa de conveniência: 20%

Descontos, mediante comprovação
Estudantes, professores e classe artística
Pessoas portadoras de deficiência
Pessoas com mais de 60 anos
Clientes Panvel
Funcionários da Prefeitura Municipal de Porto Alegre
Funcionários do Sistema Fiergs
Outras categorias previstas em legislação

Ficha técnica do espetáculo
Texto: Oswald de Andrade
Direção: Zé Celso
Conselheira poeta: Catherine Hirsh
Elenco: Marcelo Drummond, Tulio Starling, Sylvia Prado, Camila Mota, Joana Medeiros, Zé Celso, Roderick Himeros, Ricardo Bittencourt, Vera Barreto Leite, Daniele Rosa, Tony Reis e Cyro Morais
Ponto: Carol Castanho
Canção de Jujuba: letra de Oswald de Andrade e música de Caetano Veloso
Diretor de arte: Hélio Eichbauer
Assistente do diretor de arte: Luiz Henrique Sá
Arquitetura cênica: Carila Matzenbacher e Marília Gallmeister
Diretor de cena: Otto Barros
Contrarregra: Lucas Andrade
Contrarregra sapatinho: Cyro Morais e Kael Studart
Cenotécnicos: Clevisson Ferreira de Souza, Cassio Luis da Silva Omae, Leandro Bruno Teixeira e Deoclécio Alexandre da Silva Araújo
Costura cenográfica: Oneide Cauduro
Aderecistas: Igor Alexandre Martins e Andrea Guzman
Criador do bonecão Abelardo 1º: Ricardo Costa
Criadora da cobra de Abelardo 1º: Lala Martinez Corrêa
Pintura artística: Vicente Guilnoto
Figurinista: Gabriela Campos
Alfaiate: Lello
Costureiras: Judite Lima, Cris Mike, Joana, Salete
Sapateiro: Davi e Pedro Free Sapataria
Pintura artística: Sonia Ushiyama
Camareira: Cida Melo
Maquiadoras: Sonia Ushiyama e Erica Gabriela Pereira
Desenho de luz: Beto Bruel
Assistentes de iluminação: Luana Della Crist e Pedro Felizes
Operadora de luz: Luana Della Crist
Operador de moving lights: Pedro Felizes
Canhão seguidor: Vinicius Tabarini
Poesia da luz ao vivo: Cafira Zoé e Luana Della Crist
Sonoplastia: Nash Laila
Operadora de som e microfone: Camila Fonseca
Diretor de vídeo/câmera: Igor Marotti
Estrategistas de produção: Camila Mota, Marcelo Drummond e Zé Celso
Produtor executivo e administrador: Anderson Puchetti
Produtores: Ana Sette, Ederson Barroso e Kael Studart
Comunicação, editoração do programa e textos: Brenda Amaral, Cafira Zoé e Camila Mota
Ilustrações de cenários e figurinos: Hélio Eichbauer
Design gráfico, ilustrações e diagramação do programa: Igor Marotti
Fotos do elenco 2017: Jennifer Glass
Programação web: Brenda Amaral
Pesquisa de imagiário: Makumbas Gráphicas | Cafira Zoé e Camila Mota
Arquivista: Thais Sandri
Contrarregras: Lucas Andrade e Danilo dos Santos Gonçalves

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s