Programação de Junho


31 de maio – Sábado

O paradoxo da queda

Foto – Amanda Gatti

A noite do circo chega aos palcos do Centro Municipal de Cultura com o espetáculo “O paradoxo da Queda” no Teatro Renascença nesta sexta (31), sábado (01) e domingo (02), às 20 horas. Os ingressos custam R$ 20 inteira e R$10 a meia-entrada, podendo ser adquiridos na bilheteria do local uma hora antes do evento.

O que fazemos após uma queda? O “Paradoxo da Queda” é um espetáculo solo de Teatro Físico que integra as linguagens das Artes Cênicas – Teatro, Dança e Circo – em um elogio à queda. E como transformamos em um impulso de resistência. Entre quedas e saltos, em metáfora com a roda da vida, reflete sobre o simples existir do ser humano em seu constante movimento. Em uma proposta inédita nos palcos do Rio Grande do Sul, traz afigura figura do trampolim acrobático como norteador da poética de composição de eletrizantes cenas em diálogo com o mundo contemporâneo.

Ficha Técnica:
Interpretação: Guilherme Conrad
Cenografia: Reynaldo Neto
Iluminação: Lucca Simas
Operação de Som: Vicente Vargas
Figurino: Victória Capaverde

O paradoxo da queda
Sexta (31), sábado (01), domingo (02) às 20 horas
Ingresso: R$20 inteira e R$10 meia-entrada
Classificação Etária: 16 anos
Duração: 45 minutos

04 de junho

O polvo

Foto – Victoria Sanguiné

Dando continuidade ao Projeto Novas Caras a Sala Álvaro Moreyra recebe o espetáculo “O polvo”. As apresentações acontecem toda terça-feira do mês de maio às 20 horas. Os ingressos custam R$30 e R$15 a meia-entrada, podendo ser comprados uma hora antes da apresentação na bilheteria do Centro Municipal de Cultura.

O Polvo surgiu no curso de Teatro: Licenciatura da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS), com direção e dramaturgia original de Marcelo Ádams. O espetáculo teatral do Coletivo Po(l)vo do Teatro configura-se em oito cenas-tentáculos que, por meio de temas urgentes na contemporaneidade, expõe os subterrâneos das relações humanas que integram nosso mundo. O texto, inédito e escrito para o grupo, aborda feminicídio, abuso sexual de crianças, incesto e eutanásia, em cenas curtas e intensas realizadas por 15 atores e atrizes que, além de atuar, executam a trilha sonora ao vivo.

Ficha Técnica:
Texto e direção: Marcelo Ádams
Elenco: Ândy, Caroline Costa, Denise Cruz, Eduardo Fronckowiak, Evandro Samuel, Gabriele Manteze, Jaqueline Mayer, João Pedro Corrêa, Luana Corrêa, Lucas Soares, Mari Mü, Maria Carolina Aquino, Matheus Ramires, Tiago Bayarri, Yuri Niederauer
Iluminação: Rodrigo Waschburger e Tiago Bayarri
Operação de luz: Luana Garcia
Produção: Eduardo Fronckowiak, Matheus Ramires e Tiago Bayarri
Cenografia, figurinos e trilha sonora: Po(l)vo do Teatro
Fotos de divulgação: Victoria Sanguiné
Arte Gráfica: Eduardo Fronckowiak

O Polvo
Sala Álvaro Moreyra
Terças-feiras (04, 11, 18 e 25 de Maio) às 20 horas
Ingressos: R$30 Inteira, R$15 Meia-entrada
Duração: 70 minutos
Classificação Etária: 14 anos

07 de Maio

Caravana da Fantasia Conta O Patinho Feio

Foto – Rossano Pio

A programação infantil acontece com o espetáculo “Caravana da Fantasia Conta O Patinho Feio” na Sala Álvaro Moreyra todas as sextas-feiras (às 15h), sábados e domingos (às 16h) do mês de junho, às 19 horas. Os ingressos custam R$20 inteira e R$10 meia-entrada, podendo ser adquiridos na bilheteria do local uma hora antes do evento.

Caravana da Fantasia Conta O Patinho Feio”. Texto que aborda de forma lúdica, temas atuais como: Bullying, preconceito e discriminação, com nuances social.

Diferente do conto de fadas do escritor Hans Christian Andersen, onde o Patinho Feio começa a sofrer discriminação em casa, renegado pela suposta mãe, que o abandona à própria sorte por ser diferente de seus irmãos. Na trama adaptada pelo dramaturgo gaúcho, Ronald Radde, o Patinho tem uma mãe cuidadosa e preocupada com os constantes ataques que o filho sofre com a agressividade dos outros animais, de quem recebe a alcunha de Patinho Feio.

Para evitar o sofrimento da mãe, que o defende com muita garra, ele foge da fazenda onde vive; enfrentando os perigos da floresta em busca de amizades. Depois de tanto perambular, já crescido, tem uma bela surpresa, ao se deparar com sua imagem refletida num lago, onde vê que se transformou num belo cisne negro. Que por ser uma espécie rara, é considerado o príncipe dos cisnes.

Ficha técnica:

Montagem: Cia de Arte Tríade
Adaptação: Ronald Radde e Reissoli Moreira
Direção: Reissoli Moreira
Cenografia: Dudu Xavier
Trilha Sonora: Dudu Xavier
Iluminação: José Hildemar Cavalheiro
Figurino: Titi Lopes
Customização de figurino: Andrea Rodrigues Schmitt
Fotografia: Rossano Pio
Produção: Gabi Xavier
Realização: Grupo CAT

Caravana da Fantasia Conta O Patinho Feio
Todas as sextas-feiras de junho às 15 horas e todos os sábados e domingos às 16 horas
Sala Álvaro Moreyra
Ingresso: R$20 inteira e R$10 meia-entrada na bilheteria do local uma hora antes do evento.
Classificação Etária: livre
Duração: 45 minutos

Doralice, a menina descalça

Foto: Gustavo Muller

O Teatro Renascença recebe o espetáculo infantil “Doralice, a menina descalça” todas as sextas-feiras (às 15h), sábados e domingos (às 16h) do mês de junho, às 19 horas. Os ingressos custam R$30 inteira e R$15 meia-entrada, podendo ser adquiridos na bilheteria do local uma hora antes do evento.

Doralice e sua mãe vivem do trabalho de catação de lixo, o que não abala a criatividade da menina que vive contando e escrevendo histórias para seu amigo imaginário Ploc. Doralice sonha em ganhar um par de sapatos de presente no seu aniversário e quando a mãe vai sair ela dá uma carta lembrando isto. A menina se entretém em histórias para Ploc e termina entrando num mundo encantado da sua fantasia e sonho, encontrado personagens variados.

Doralice, a menina descalça
Todas as sextas-feiras de junho às 15 horas e todos os sábados e domingos às 16 horas
Teatro Renascença
Ingresso: R$30 inteira e R$15 meia-entrada na bilheteria do local uma hora antes do evento.
Classificação Etária: livre
Duração: 50 minutos

Dispositivo-Gaivota

Foto: Adriana Marchiori

O Espetáculo “Dispositivo-Gaivota” acontece no Teatro Renascença todas as sextas-feiras, os sábados e os domingos às 20h30. Os ingressos custam R$30 inteira e R$15 meia-entrada, podendo ser adquiridos na bilheteria do local uma hora antes do evento.

À beira de um lago congelado, o dramaturgo Tchekhov, num acesso de febre, delira sua Gaivota. E nesse delírio, que também é nosso, a peça escoa por caminhos inesperados. O dispositivo-Gaivota criado pelo Coletivo Errática é uma apropriação de “A Gaivota”, de Anton Tchekhov, uma das maiores obras da dramaturgia moderna, que desdobra narrativa e personagens ecoando temas do Brasil contemporâneo.

Ficha técnica:
Direção: Francisco Gick Dramaturgia: Francisco Gick a partir de “A Gaivota” de Anton Tchekhov Elenco: Claudio Loimil, Diogo Rigo, Guega Peixoto, Gustavo Dienstmann, Jezebel De Carli, João Pedro Decarli, Mani Torres e Nina Picoli
Cenografia: Guega Peixoto e Francisco Gick Figurino: Gustavo Dienstmann Iluminação: Carol Zimmer
Sistema de sensores: Paula Pinheiro Trilha Sonora: Vitório Azevedo Cenotécnica: Daniel Fetter Produção: Guega Peixoto
Realização: Coletivo Errática

Dispositivo-Gaivota
Teatro Renascença
Todas as sextas-feiras, os sábados e os domingos às 20h30
Ingresso: R$30 inteira e R$15 meia-entrada na bilheteria do local uma hora antes do evento.
Classificação Etária: 16 anos
Duração: 70 minutos

Milhões contra Um

Foto: Adriana Marchiori

A Sala Álvaro Moreyra recebe nas sextas, sábados e domingos do mês de junho o espetáculo “Milhões contra um” sempre às 20 horas. Os ingressos custam R$30 inteira e R$15 meia-entrada, podendo ser adquiridos na bilheteria do local uma hora antes do evento.

Milhões contra um é a primeira montagem teatral do Grupo Oazes composto por uma família de artistas com expressiva trajetória na cena gaúcha e com direção de Ricardo Zigomático. A montagem mostra uma mulher poderosa que, portando uma bomba, escolhe um homem para morrer com ela. Este homem tem exatos 50 minutos para ouvir esta mulher e tentar sobreviver. Neste ambiente de suspense desenvolve-se o diálogo entre estas duas figuras representativas de um contexto humano, criando um embate que questiona as condições sociais e de gênero. Tendo como pano de fundo a reflexão sobre a função da arte na sociedade contemporânea, representada pela família de artistas que compõe o grupo, com referências reais sobre a sua trajetória, fundindo a ficção e a realidade como em jogo onde a plateia deduz o que pode ser real.

Ficha técnica:         

Texto: Raul Germano Brandão e Grupo Oazes
Direção: Ricardo Zigomático
Elenco: Carlos Azevedo e Lisiane Medeiros
Design de Iluminação: Casemiro Azevedo
Trilha Sonora Original: Vitório O. Azevedo
Figurinos: Antonio Rabàdan
Maquiagem e Cabelo: Elison Couto
Maquiagem de efeito: Amanda Gatti
Programação Gráfica: Vitório O. Azevedo
Audiovisual: Amanda Gatti e Breno Dias
Cenografia: Grupo Oazes
Produção Executiva: Amanda Gatti
Vozes das atrizes: Sandra Dani, Vika Schabbac e Marina Fervenza
Fotos: Adriana Marchiori e Amanda Gatti

Milhões contra Um
Sala Álvaro Moreyra
Todas as sextas-feiras, os sábados e os domingos às 20 horas
Ingresso: R$30 inteira e R$15 meia-entrada.
Classificação Etária: 14 anos
Duração: 50 minutos

Sobre Nós

O espetáculo “Sobre Nós” do “Coletivo Gaivota” irá se apresentar no domingo (23) na Sala Álvaro Moreyra às 20 horas. Os ingressos custam R$30 inteira e R$15 meia-entrada, podendo ser adquiridos na bilheteria do local uma hora antes do evento.

Partindo de “A Gaivota”, “As Três Irmãs” e “O Jardim das Cerejeiras” a peça “SOBRE NÓS”, apresenta um paralelo dos clássicos de Tchekhov com a vida cotidiana. A trama acontece através de um conjunto de fragmentos que se encaixam dando uma possibilidade contemporânea de leitura sobre quais são as que questões que te afetam hoje.

Ficha Técnica:
Direção: Leo Maciel
Direção de movimento: Angela Spiazzi
Produção: Jaques Machado
Design de luz: Ricardo Vivian e Luciana Tondo
Técnica de som: Manu Goulart
Figurinos, Maquiagem/Cabelos: Valquiria Cardoso Elenco: Aline Armani, Felipe Evangelista, Guilherme Fraga, Jaques Machado, Juliana Sixel, Lincoln Speziali e Natalia Lavratti.
Fotos: Tom Peres e Gabriella Scott

Sobre nós
Sala Álvaro Moreyra
Domingo (23) às 20 horas
Ingresso: R$30 inteira e R$15 meia-entrada.
Classificação Etária: 12 anos
Duração: 75 minutos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s